quarta-feira, março 15, 2017

de de

Como vender crochê: Composição preço de venda do crochê // #2

          Já pensou em todos os fatores que está envolvido ao se vender crochê? Se ainda não sabe quais são estes fatores, corre lá no post anterior AQUI para você entender melhor sobre o que será abordado.

          Se você, depois de considerar os fatores envolvidos, decidiu que está na hora de transformar seu hobby de fazer crochê em sua fonte de renda, este post é pra você entender como o preço de venda de qualquer produto é composto, inclusive o suas peças de crochê!

          Muitas artesãs vem ao longo do tempo usando uma regrinha muito simples para chegar ao seu preço de venda, que é multiplicar o valor gasto por 3.




          Com esta formula alguns problemas poderão surgir ao calcular determinadas peças onde a mão de obra é maior que o custo do material. Por exemplo no caso de um par de sapatinhos de crochê onde o custo pode ser baixo. Além disso existem muitas outras despesas envolvidas na venda do artesanato que devem ser incorporadas ao preço do produto. Por isso vamos analisar primeiramente como é composto o preço de venda de qualquer produto que compramos.


COMPOSIÇÃO DO PREÇO DE VENDA


          Saber identificar estes 4 elementos é fundamental para que consigamos compor o nosso preço de venda. Para ficar mais fácil de entender vou descrever rapidamente cada item.

  • Despesas fixas

         São todas as despesas envolvidas para que você possa trabalhar com a venda das suas peças em crochê. Elas existem e precisam ser pagas mesmo que você não tenha feito nenhuma venda. Citamos algumas delas no post anterior (AQUI), entre elas são, aluguel, internet, mensalidade de loja virtual, etc...

  • Despesas variáveis
         São as despesas que temos somente quando efetuamos uma venda. Exemplo: Comissão dos pagamentos de cartões de crédito, embalagens para envio pelos Correios, etc...

  • Custo do Material
           É a soma do custo de todo material utilizado para a confecção da peça incluindo cola, botões, tags individuais, etc...

  • Lucro
          É o que sua empresa irá ganhar para que ela possa crescer. Seria o salário da sua empresa. E sim, precisamos entender que ao trabalhar com vendas devemos encarar o artesanato como uma empresa, somente assim é possível crescer. 


          Em todos estes itens iremos trabalhar com porcentagem. Parece complicado, mas você vai ver que existe uma forma bem simples e prática para fazer tudo isso muito rapidinho e sem complicações. A porcentagem será necessária para encontrarmos nosso índice de comercialização. Com ele fica muito simples chegarmos ao nosso preço de venda de uma forma bem rápida.

          E como lição de casa pra você, vá pensando nas despesas nos itens acima, anote em um caderninho. Se você já trabalha com vendas quero que você pense já em quanto é o valor de sua venda mensal. Esse valor será necessário também no futuro.

          Espero que estejam conseguindo acompanhar. Na próxima semana iremos de
discriminar nossas despesas, vamos identificar quais são as fixas e as variáveis. Por isso, não deixe de seguir o blog por email para ser avisado a cada novo post, e o Canal do Crochê da Mimi no Youtube para não perder as novidades!


Um grande abraço...               

0 Comentários:

Postar um comentário